Playlist Youtube

sábado, 20 de janeiro de 2024

Circo Vermelho: As Focas Revolucionárias de Comrade Marionet




Por: Claudia Souza

Era uma vez, em um mundo onde a política se misturava com o espetáculo, um líder comunista visionário que sonhava em unir as massas por meio de um circo político único. Seu nome era Comrade Marionet, e sua visão era tão grandiosa quanto peculiar: ele queria formar um grupo de focas amestradas para representar seus ideais revolucionários.

Comrade Marionet acreditava que as focas, com sua capacidade de encantar plateias e executar truques incríveis, poderiam ser os embaixadores perfeitos para difundir a mensagem comunista. Ele imaginava apresentações públicas onde as focas realizariam proezas acrobáticas, simbolizando a agilidade necessária para alcançar a igualdade social.

O líder comunista, com seu terno impecável e barba cerrada, começou a recrutar treinadores especializados em focas para realizar sua visão audaciosa. A seleção das focas para o elenco revolucionário não seria baseada em truques tradicionais de circo, mas sim em habilidades que representassem os princípios do comunismo. Equilíbrio, cooperação e solidariedade entre as focas eram as habilidades mais valorizadas.

Enquanto as focas eram treinadas nos bastidores, Comrade Marionet fazia discursos inflamados sobre a importância da união e da luta contra as desigualdades. Ele imaginava um espetáculo em que cada salto, mergulho e pirueta das focas simbolizaria a marcha rumo a uma sociedade mais justa.

A estreia do circo político comunista foi um evento aguardado com grande expectativa. As focas, vestidas com pequenos bonés vermelhos e lenços ao estilo comunista, deslumbraram a plateia com suas performances arrebatadoras. Cada truque executado era acompanhado por aplausos entusiásticos e slogans revolucionários entoados pela multidão.

No entanto, à medida que o tempo passava, alguns começaram a questionar a verdadeira eficácia do circo político comunista. Críticos apontavam que, embora as focas fossem encantadoras, a complexidade dos problemas sociais não poderia ser resolvida por truques circenses. Outros questionavam se as focas realmente compartilhavam os ideais comunistas ou se estavam apenas seguindo comandos para garantir seu próximo peixe.

O sonho de Comrade Marionet e suas focas acabou se tornando uma metáfora viva da complexidade da política. As focas, assim como os eleitores mencionados anteriormente, eram símbolos de uma ideologia que, embora encantadora em sua apresentação, podia não ser tão prática ou eficaz na resolução dos problemas do mundo real.

E assim, o circo político comunista continuou a se apresentar, com focas realizando truques e Comrade Marionet liderando a marcha para um amanhã mais igualitário, enquanto o público se dividia entre os encantados pela magia do espetáculo e os céticos que viam além das cortinas brilhantes do circo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A INFELIZ COMPARAÇÃO DE ELIANE CANTANHÊDE

  Por: Claudia Souza     A recente comparação feita pela jornalista Eliane Cantanhêde da Rede Globo, entre a trágica enchente no Rio Grande ...